Sunday, September 25, 2016

"Som na Caixa" ...ou , se preferir, "Saber Ouvir"

                                                                                              Arte de Chema Madoz

"Saber ouvir quase que é responder".
Pierre Marivaux

O som propaga-se sobre a forma de uma onda – onda mecânica,quem não sabe disso,né? Quando o som é puro, esta onda é uma sinusoidal perfeita.Vale lembrar que enquanto onda sinusoidal perfeita,podemos explorar os conceitos de período,frequência e comprimento da onda.E ao "teclar" uma tecla em cada um dos teclados disponíveis,haverá a  possibilidade de construir uma curva de Lissajous.
E o que vem a ser a curva de Lissajous? Nada mais,nada menos do que o gráfico produzido por um sistema de equações paramétricas. 
Mas deixemos a matemática (confusa),em seu devido lugar,e vamos ao caminho que segue o som. 
partir do toque em uma das cordas de um cavaquinho,por exemplo,é criada uma vibração.Essa vibração faz com que as moléculas de ar ao seu redor também vibrem, criando regiões cuja a pressão passa a variar de acordo com essa vibração,que é o que chamamos de ondas sonoras.
Essas ondas se propagam por um meio material até chegar aos nosso ouvidinhos,que é o "mote" deste post.Para que as palavras sejam entendidas,o som faz uma incrível viagem por dentro do nosso ouvido.E no caminho,o som faz diversas baldeações,ele troca várias vezes de “condução”.E ele, o som, voa quando ele se desloca pelo ar até a porta do ouvido externo.No ouvido médio,que começa no tímpano,as vibrações fazem tremer 3 ossinhos conectados entre si.
E,finalmente,chegando ao  ouvido interno,as ondas sonoras passam a se propagar em um ambiente líquido.Aí,então,entram na cóclea,a estrutura em forma de caracol onde se situam as células receptoras de som.Lá, o som se transforma em sinais elétricos que são enviados pelo nervo auditivo rumo ao cérebro. 
Depois dessa enooorme viagem do som aos ouvidinhos,chego aos  pedidos musicais dos leitores amigos.

Super grata pela interação.
 Boa semana!
 Lau 

 Cliquem sobre os nomes dos cantores/compositores e ouçam. Espero que curtam. 

1- Milton Nascimento ----- (embora o leitor não tenha feito a escolha da música,fiz eu, ou ...a fiz)

2- Roberto Carlos                                   (anônima amiga identificada)
3-Vanessa com "V", da Matta --------      (anônimo-música escolhida por mim)
4- Raul Seixas                                             " "                      "
5-Marisa Monte --------                                "  "                      "
6-Danilo Caymmi                                     (anônimo)         
7-Miles Davis                                            (anônimo amigo identificado)
8-John Coltrane                                                     "      "
9-Ed Sheran in  Photograph                    (minha teacher).
                  
                                                         --------------------
"Quão pouco é preciso para ser feliz! O som de uma gaita. - 
Sem música a vida seria um erro".
 (Friedrich.Nietzsche )



Imagem: Chema Madoz.
Fontes: Youtube (músicas) e Tratado de Fisiologia-sobre o caminho do som,com minhas adaptações.

                                                                      Recadinho.
 O link dos comentários não será disponibilizado. 
Desculpem-me.

Friday, September 23, 2016

Chegou a Primavera ?


Imagem com licença poética
                                                                                               
Chegou a primavera? 
Que me contas !
Não reparei. Pois afinal de contas
nem uma flor a mais no meu jardim,
que aliás não existe, mas enfim
essa ideia de flor é tão teimosa,
que no asfalto costuma abrir a rosa
e põe na cuca menos jardinília
um jasmineiro verso de Cecília.

Como sabes,então,que ela está aí?
Foi notícia que trouxe um colibri
ou saiu em manchete no jornal?
Que boato mais bacana, mais genial,
esse da primavera? 

Venham ver
a alma de tudo, verde, florescer!
Mesmo o que não tem alma? 
Pois é claro.

Na hora de mentir,meu São Genaro,
é preferível a mentira boa,
que o santo, lá no céu, rindo, perdoa,
e cria uma verdade provisória,
macia, mansa, meiga, meritória.

Como beijam os brotos mais gostoso
ao pé do monumento de Barroso!
E todos se namoram. 

Tudo é amor

no Meier e na Rua do Ouvidor,
no Country, no boteco, Lapa e Urca,
à moda veneziana e à moda turca.

Os hippies,os quadrados, os reaças,
os festivos de esquerda, os boas-praças,
o mau-caráter (bom neste setembro)
e tanta gente mais que nem me lembro,
saem de primavera, e a vida é prímula
a tecnicolizar de cada rímula.

(Achaste a rima rica? Bem mais rico
é quem possui de doido-em-flor um tico.)
Já se entendem contrários,já se anula
o que antes era ódio na medula.

O gato beija o rato; o elefante
dança fora do circo, e é mais galante
entre homens e bichos e mulheres
que indagam positivos malmequeres.

E prima, é primavera. Pelo espaço,
o tempo nos vai dando aquele abraço.
E aqui termino, que termina o fato
surgido,azul,da terra do boato.

  (Carlos Drummond de Andrade  (link) in Boato de Primavera- excerto)


  
 Acompanhando o "Boato de Primavera", nada mais nada menos do que   GrandeTim,o Maia,com sua clássica canção. É  só clicar a seguir: ♪♪♪ .

                                                       
                                                          Pedidos musicais. :)

Abro um parênteses para dizer que estou gostando muito dessa inovação aqui no Renascendo.Obrigada pela participação. 
Foram somente 2.
 Eis: 
  1- 
  

Tenham um feliz fim de semana 
Um beijo
Lau

                                                                  

Mais sobre a Primavera,que começou hoje (23) clique aqui .

Fonte: © CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE In: Versiprosa, 1967 -Poesia Completa. São Paulo: Nova Aguilar, 2002 

Imagem, já publicada aqui,recebida de uma pessoa amiga na rede Facebook,sem menção do autor, lamentavelmente.


Wednesday, September 21, 2016

Aprendeu de sol, céu e de lua...aprendeu melhor o azul ...

                                                               By Pier Luiggi Saddi

"Um passarinho pediu  ao meu irmão para ser  sua árvore
Meu irmão aceitou de ser árvore daquele passarinho. 

No estágio de ser essa árvore, meu irmão aprendeu de sol, de céu e  de lua mais do que na escola.

No estágio de ser árvore meu irmão aprendeu para santo

mais do que os padres lhes ensinavam no internato.

Aprendeu com a natureza o perfume de Deus.

Seu olho no estágio de ser árvore aprendeu melhor o azul. (link)
(excerto)

(Ao Dia da Árvore, que é todo dia) 
Clique aqui e participe.




O soundtrack será em homenagem ao "Dia da Paz" (amém), que também comemora-se hoje. Está aqui.


Nota de esclarecimento
No antepenúltimo post,(link) me desculpei por não haver atendido ao pedido de música que me deixaram. E prometi que publicaria. Promessa é dívida, dizem, portanto, não devo mais. Está aqui o que me solicitaram na ocasião.

E o que sugeriram ontem, está aqui.

Fico grata pela interação,embora me agrade mais que o pedido não seja feito anonimamente.Os anônimos que recebo no Renascendo, não "me são anônimos", são amigos que reconheço. Obrigada, mais uma vez.

 Beijos aos amigos que me acompanham
Lau



* Vale lembrar que o também Enorme Carlos Drummond de Andrade recusou o epípeto de maior poeta vivo do Brasil em favor de Manoel de Barros. A obra de Manoel de Barros mais conhecida é o "Livro sobre Nada" ,de 1996.

Imagem  by Pier Luigi Saddi Fine Art Photography​.

Fonte " Poesia Completa -Casa da  Palavra- Leya

Saturday, September 17, 2016

Você prometeu que estaria no outro trapézio...


Você prometeu que estaria no outro trapézio
 quando eu soltasse o meu,não prometeu?
Por isso eu balançava de olhos fechados.
Sem medo.Por isso eu ficava de cabeça pra baixo nesse pedaço de madeira suspenso por duas cordas.Você garantiu que me seguraria pelos dois punhos e me levaria para o outro lado.Que haveria alguém no fim do meu salto.Você juntou os pés e jurou que não me deixaria cair nesse número sem rede.  
Com a cara no picadeiro.Foi por acreditar em você que gasto mais uma das minhas vidas.Morro mais uma vez pela sua ausência.

(Eduardo Baszczyn, (link) in "Desamores")

 (Ao ator Domingos Montagner,(link) de quem eu era fã de carteirinha)


 Disclaimer
 Nesta quinta-feira,o Brasil perdeu (link) um grande ator,Domingos Montagner,que vinha  interpretando na TV o personagem "Santo", em "Velho Chico", uma novela da TV Globo. 

Domingos, que começou sua vida no circo," luarizou-se" nas águas de um rio, (link) local em que foram filmadas várias cenas para o folhetim,que me chamou a atenção pelo tema que o autor escolheu para desenvolver,a transposição do Rio São Francisco,além da trilha sonora que é de primeira linha.

Todo mundo sabe que a morte é a única certeza que temos,mas há também quem não saiba lidar com essa certeza.Sou uma dessas pessoas, confesso.Sofro muito quando alguém parte para a eternidade, como diz Guimarães Rosa.

Somatizo essas perdas,penso na família e,especialmente,nos filhos.Fico mal mesmo.A psicologia analisa essas reações das maneiras mais variadas possíveis,viajam nas nossas emoções,associam a tudo que se possa imaginar,e, por fim, reconhecem que precisamos de um espaço para o luto.

Me senti muito triste esses dias,frágil.Sinto a dor das pessoas,e minha dor multiplica.E passa com o tempo.Sei que passa.Ou melhor, a dor torna-se suportável. Hoje estou bem melhor.

Mas nem a dor humana é infinita, pois nada há humano de infinito,nem a nossa dor vale mais do que ser uma dor que nós temos,diz Fernando Pessoa/Bernardo Soares no Livro do Desassossego.

Que descanse em paz, Domingos Montagner,e continue brilhando,agora, no céu.
Lau

 Aqui há uma das canções que fazem parte da trilha sonora da novela.


Bom sábado aos amigos que me leem
Um beijo
Lau


Recadinho:
 Ao  gentil anônimo que pediu uma música,comunico que no próximo post atenderei ao seu pedido,o.k..? 
. Grata.
Lau


Fonte: Desamores- Eduardo Baszczyn,Editora Sete Letras, pag 82.
Imagem captada na Web

Saturday, September 10, 2016

O que eu vejo ...atrás de mim ... me ocupa...


O que eu vejo

me atravessa

como ao ar

a ave

o que eu vejo passa

através de mim
quase fica

atrás de mim

O que eu vejo

a montanha por exemplo

banhada de sol  

me ocupa

e sou então apenas

essa rude pedra iluminada

ou quase

se não fora

saber que a vejo.

(Ferreira Gullar) (link)



Disclaimer

 Ao imortal  da cadeira 37 da Academia Brasileira de Letras,o poeta Ferreira Gullar, que completa  hoje 86 aninhos de puro talento.
Parabéns,poeta Gullar!!!


 Uma nota.
 Há algum tempo, uma pessoa anônima escreveu, educadamente, no meu blog: 
"gostaria,se fosse possível,que você publicasse caetano na composição "linda".agradecido".
 on Ao meu (e)terno parceiro: -by Anonymous on 8/12/16.
Eis," anônimo", pedido atendido.

É só clicar aqui.


Um bom domingo aos amigos que me leem.
Um beijo
Lau




 Reposting com  título reeditado.
Imagem : Good Bye Bird -Pixdaus .

Wednesday, September 7, 2016

Da série letras de músicas II : " E lendo teus bilhetes"... Salve a Independência !


Eu hoje joguei tanta coisa fora
Eu vi o meu passado passar por mim
Cartas e fotografias gente que foi embora
A casa fica bem melhor assim

O céu de Ícaro tem mais poesia que o de Galileu
E lendo teus bilhetes,eu lembro do que fiz
Querendo ver o mais distante e sem saber voar
Desprezando as asas que você me deu

Tendo a lua aquela gravidade aonde o homem flutua
Merecia a visita não de militares,
Mas de bailarinos
E de você e eu
(excerto)


 Disclaimer
 Escolhi essa letra de Herbert Vianna para uma homenagem aos atletas que já estão no Maracanã,no Rio de Janeiro,para participarem da cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos que acontecerão durante 11 dias na linda e maravilhosa cidade do Rio de Janeiro.Herbert ficou paraplégico em razão de um acidente aéreo (mais detalhes no link,em verde,acima). Considero esses atletas guerreiros já medalhistas de ouro antes mesmo do resultado de suas competições.Quantas pessoas possuem os 5 sentidos e não percebem, não se sensibilizam com nada.Quantos têm todos os braços e pernas e não se mexem,não evoluem,estacionam na vida e deixam que a ociosidade seja suas medalhas.Né não? Que os nossos atletas brilhem tanto quanto a Lua.E que  seja um sucesso os Jogos Paralímpicos.Será. 
.
.
.
Salve a Independência do Brasil ! Salve!

Um beijo para os meus amigos que me seguem e me leem.
Lau



Imagens com direitos @utorais. 
Mais sobre a cerimônia de abertura pode ser visto aqui.

Friday, September 2, 2016

Da série alimentando meu blog diariamente (VIII)


Daqui só enxergo a fronteira do céu.
.
.
.
Sou livre para o silêncio das formas e das cores.

(Manoel de Barros  in  "Os deslimites da palavra" -
(O Livro das Ignorãças, 1993)



 Hoje,o compositor Aldir Blanc,(link) faz 70 aninhos. 
Minha homenagem ao cantor está aqui.

E aqui, Aldir assina uma crônica impecável e que tem tudo a ver com o momento em que vivemos.

 Boa sexta (2/9) aos  meus amigos que passam por aqui.
Lau




Imagem com direitos @utorais.